quarta-feira, março 31, 2010

"Vasco com 1 ano" ou "Coisas a não esquecer ou aproveitar para contar à famelga que eu penso que não vem a este blog mas que até vai passando por aqui

Com um ano, o Vasco:
- mede 72,5 cm (percentil 25)
- pesa 8,440 (percentil 05, o mais baixo de todos, o que faz dele o chamado "lingrinhas")
- tem uma cabeça de 46 cm (à volta, não confunda quem não percebe nada do assunto porque o gajinho não é nada cabeçorras)
- gosta de comer, mas essencialmente da nossa comida, a menos que a dele seja colocada num prato de sopa dos nossos e dada com uma colher de sopa das grandes, de alumínio
- rastejava furiosamente e mesmo muito muito bem desde os 08 meses, até que começou a gatinhar aos 11 e meio e abandonou completamente a saída profissional de mini-homem-da-tropa
- agarra-se aos móveis, põe-se a pé e anda - as nossas calças também servem
- tem quatro dentes, dois em cima verdadeiramente garrafais (lembra-me os da irmã quando nasceram... para não dizer os meus primeiros definitivos das fotografias da primária) e prevêm-se mais para breve
- conhece perfeitamente as palavras "mana" ou "Alice", "gato" (e a mesma arranca-lhe logo sorrisos), "bola" ou "balão", "chucha"
- é um ingrato que finge não reconhecer as palavras "pai" e "mãe", de certeza
- é um teimosão de primeira que finge não reconhecer a palavra "não" e ainda por cima achar-lhe uma piada medonha
E sabe:
- bater palmas (não só nas suas mãos mas em todo o lado, aliás, auguro-lhe um bom futuro a fazer remates de voley)
- dizer adeus (mas não gosta muito de o fazer)
- dar "passoubens" e "cincos" (isto é esquisito de escrever)
- apontar a irmã, a gata, os candeeiros, e coisas que deixa cair ou que quer
- mostrar onde é que a galinha põe o ovo (se ela o decidir pôr na mão de alguém, o que faz da letra da música uma palermice irreal)
- dar autênticas pancadas na sua cabeça para mostrar que esta é muito tonta (e se não for, decerto ficará com a violência a que está sujeita)
- estender os braços de forma vitoriosa quando se grita "viva"
Mais:
- está pela primeira vez a entrar no terceiro dia de febre, nunca tomou antibióticos e até o Brufen foi no outro dia a primeira vez. Mas está porreiraço e não nos oferece qualquer motivo de preocupação.
- tenho o pressentimento que vai estar sempre a desarrumar a casa, que vai ser um teimoso de primeira lavra e que vai gostar de pândega.
Rita

3 comentários:

Oficinas RANHA disse...

Está-me cá a parecer que os teus pressentimentos vão ser cumpridos.
E ainda tenho esperança que aprenda a dizer tia em breve...
:) Ana Cristina

barriga disse...

parabéns!!!
passa tão rápido tudo... e eu passo por aqui tantas vezes, e nunca digo nada, mas hoje isso não era possível.
Um beijo para o vasco e para a mãe****

julieta

Isabel disse...

:) :) :)

Tao querido! Parabens Vasco! E parabens aos papas tambem!

Obrigada pelas novidades do Ricardo e pela vossa amizade e carinho por ele. Custa menos estar longe, sabendo q tem apoio assim.

Um beijinho grande pra todos e claro, para o Vasco e a Alice.

Qual e o vosso email? O meu e petskystone@aol.com.

Beijinhos

Isabel
(Desculpa a falta de acentos. Faz-me falta um teclado com acentos ortograficos, e estou muito preguicosa para escrever em Microsoft e transferir para aqui, eheheh)