quinta-feira, outubro 06, 2011

Manos

Nestas férias foi notoriamente perceptível que o Vasco descobriu... a Alice.

De repente, a miúda que andava por ali e fazia parte da família, mas como uma espécie de atriz de segundo plano, a miúda que queria sempre (mas sempre) os beijos dele e que o agarrava de vez em quando, tornou-se verdadeiramente importante. Importante enquanto entidade individual que faz parte do mesmo grupo em que nos inserimos, mas com mais capacidades do que as que temos e que por isso é alguém que se deve seguir, imitar e adorar...

Com esta "tomada de consciência inconsciente", o Vasco passou a olhar para a Alice, a querer fazer o que ela fazia, a repetir gestos, vontades, gostos, brincadeiras. É de tal forma que por vezes é preciso chamar-lhe a atenção para o facto dele ser uma pessoa diferente da que ela é e de gostar, por exemplo, de alimentos que ela pede para não comer.

A Alice sente-se feliz com a novidade. «Ele quer fazer tudo o que eu faço...» Vai aprendendo a requisitar-lhe serviços... «ralha com a mãe, ralha, ela foi má para a mana»... a provocar-lhe reacções e a gozar a sensação de se ser influente e adorado... ao mesmo tempo, aprende que por vezes também consegue irritá-lo...

Não sei quando esta relação passará a outra fase mas, neste momento, os dois são verdadeiros companheiros, compinchas de brincadeiras e risos e gritos e perseguições alucinantes e excitadas pela casa.

O que posso eu dizer... é maravilhoso.

Rita

4 comentários:

rutinha disse...

é mmo maravilhoso! estou para ver os meus (relembra-me lá qual é a diferença de idades deles?)

ps - acho piada ao cabelinho liso do V. a A. tem mais caracois não tem? e que loirinhos!

Oficinas RANHA disse...

Pois é, Rutinha, são os dois loirinhos, ele ainda mais do que ela mas com o cabelo liso (e de olhos escuros) e ela de cabelo ondulado (e olhos muito azuis)... e têm 3 anos e meio de diferença, ela fez os 06 em Agosto e ele tem 02 feitos em Março...
Tu verás, mesmo que com uma diferença menor de idades, o extraordinário que é poder acompanhar o desenvolvimento da relação...
Rita

catarina claro disse...

olá rita!! tantas saudades da vossa familia tão linda! um grande grande beijinho cheio de boas recordações desde o porto! catarina espaço azul

Oficinas RANHA disse...

Oh, querida Catarina!!!!!
Também nós morremos de saudades, tuas, da Laura e do nosso adorado Espaço Azul... planeamos fazer actividades lá para breve, mas temos tido planos...
E como está a Carolina?!
Beijos grandes,
Rita