sexta-feira, novembro 19, 2010

Data memorável

«Nô queio a popa.»
Foi o que o Vasco hoje a certa altura disse ao jantar. Tinha saltado uma refeição durante o dia e era o quarto prato de sopa seguido, por isso o espanto não veio da recusa. A surpresa foi mesmo a frase, com mais de duas palavras...
Com pouco mais de ano e meio, o Vasco já fala muito, pelo menos se comparar com a Alice, que começou bem mais tarde. Obviamente, se for olhar para a minha sobrinha Madalena, só com mais cinco meses do que ele, coitado, não lhe chega aos calcanhares. Em todo o caso, o importante é que a data de uma primeira frase é sempre memorável e importa fixá-la... qualquer dia já entra em grandes conversas...
Rita

6 comentários:

Jorge Freitas Soares disse...

Curiosamente essa foi a primeira frase que ouvimos à D.... e ficamos felizes.. agora ela repete-a o tempo todo..e nós não achamos piada nenhuma :-)

Bom fim de semana
Jorge

Oficinas RANHA disse...

Jorge,
Não creio que isso vá acontecer com o Vasco, que é rapazinho de alimento... mas percebo perfeitamente o que queres dizer, eheheheheh...
Obrigada e bom fim de semana também para vocês!!!

Rita

mena disse...

como é que esse vosso filho já está tão crescido???
quando é que nos vêm fazer uma visita, para juntarmos as crianças?

beijinhos

Anónimo disse...

O pior é quando damos por nós a dizer: cala-te um bocadinho por favorrrrrrrrrr já não te posso ouvir....ihihihih
e depois vêm as recordações do dia em que disseram a 1ª frase;)
Bjs
D

Oficinas RANHA disse...

D.
Há quanto tempo não te via por aqui...
Beijinhos da Ana Cristina

rutinha disse...

eheheheeh

olha se te "descansa" o meu com quase 2 anos, não faz frases dessas...;) o vasco está crescido!
ó rita, para quando um encontro com os miúdos? ia ser divertido (e secalhar caótico).