terça-feira, novembro 03, 2009

Ela e os puzzles

Nos últimos tempos, ela anda novamente interessada em puzzles. Noto o seu acréscimo de competência e em como já faz sozinha alguns para os quais solicitava sempre ajuda.
Sempre gostei de fazer puzzles com ela. Agora reparo ainda melhor e delicio-me, embevecida, com a sua expressão concentrada à procura das peças, as mãozinhas de menina a tentarem rodá-las e colocá-las nos locais, a compreensão dos truques que sempre lhe tentei ensinar, o olhar de quem encontrou o que queria, o ar imperceptivelmente vitorioso no final. Observo-a e apercebo-me da minha sede de a guardar, e aos seus desenvolvimentos, em fotogramas na minha recordação...
Rita

3 comentários:

Sónia disse...

Mas sabes o que me assusta??!

Esqueço-me tão depressa do crescimento dela1

Oficinas RANHA disse...

Pois é, Sónia...
Por isso é que os apontamentos (aqui ou àparte), as fotografias, os filmes, nunca são demais... porque o tempo passa, implacável, e nós, sozinhos, mesmo que queiramos, não conseguimos guardar tudo...
Beijinhos,
Rita

Para recordar etapas de crescimento, nada melhor do que ter um segundo... ;) É que há imensas coisas que nos surgem naturalmente à lembrança...

Joana disse...

Como sabes a R. não se interessa assim tanto por puzzles, e não parece ter grande aptidão e destreza para os fazer. Mas ultimamente lembra-se de x em qd de ir buscar um. Acho q desafiada pela destreza da amiga!!!bjs