quarta-feira, junho 25, 2008

Plasticina e brincadeira

Há uns tempos atrás vi na televisão um documentário sobre o facto dos animais que mais brincam na infância serem os que mais inteligentes se tornam... davam-nos a nós, humanos, como exemplo (vamos sendo exemplo para alguma coisa, vá lá...)... e aos felinos e aos símios...

Uma das coisas boas de se ser mãe - já tenho vindo a constatar - é decididamente o tornar a brincar, ou o tornar a aprender a brincar. Achamos que estamos a brincar COM os nossos filhos, e quando damos por nós, somos nós todas inteirinhas que lá estamos. A agir por nós.
Nos últimos tempos, temos feito plasticina. A plasticina não é como antigamente. Esta vem numa baldinho, traz um plástico para servir de superfície de trabalho, moldes e ferramentas. Nem eu sei fazer plasticina com tantas facilidades. Mas é giro descobrir. Outra vez. Enquanto a Alice faz bolinhas e pedacinhos, para os quais olha toda contente e descobre semelhanças com coisas reais («Olha mãe, fiz um cocó!!!!»), eu vou experimentando novos toques e texturas, novas formas de brincar, novas formas de me divertir com ela e também comigo. Novos eus infantilóides de 32 anos. Adoro. Para além de tudo, tem ainda a grande vantagem de nos deixar ficar mais inteligentes. Chego até a concluir que é muito melhor do que era antes... talvez porque agora sei o que me espera quando acabo...
É caso para dizer: brincar é espectacular.
Rita

5 comentários:

Anónimo disse...

Também adoro brincar.... e ter amigas inteligentes (pq brincam mto)!!!! ih ih ih
Beijinho
D

Sónia disse...

Bom, fazer em plasticina 500x o elefante, o carro, a casa e mais não sei quantas tretas......acaba por cansar, mas enfim!!!!!!!

Lá em casa já esperamos a 3ª dose de plasticinas.....nem imaginas como ficaram as outras 2!

Sónia disse...

Bom, fazer em plasticina 500x o elefante, o carro, a casa e mais não sei quantas tretas......acaba por cansar, mas enfim!!!!!!!

Lá em casa já esperamos a 3ª dose de plasticinas.....nem imaginas como ficaram as outras 2!

Oficinas RANHA disse...

Eu também quero brincar com plasticinas e ficar mais inteligente... vá lá... deixam não deixam?
Ana Cristina

Joana disse...

Nós aqui também brincamos muito com plasticinas, tintas, barro, cortes e recortes, etc. O mais engraçado é que nunca gostei de o fazer quando era pequena, porque não tenho jeito nenhum. Aproveito agora para curtir com a R. que me desculpa a falta de jeito!!!
Bjs