quinta-feira, maio 22, 2008

Satisfações e quadro do dia

Desculpem lá o desaparecimento... Nesta semana houve uma noite em que só dormi duas horas e desde aí que o sofá me aparece como ideia fixa durante os meus dias... muito mais do que posts, blogs e computadores.
Entretanto, relato-vos o quadro do meu dia de ontem:
Manhã, antes das 09h00. Eu, a sair de casa com a minha filha de dois anos e nove meses pela mão, a caminho do carro.
De uma porta de um dos prédios da rua do lado, sai uma mulher jovem (tipo moi même) com os dois filhos pela mão, um aparentemente mais novo e outro aparentemente mais velho do que a Alice. Ela vem furibunda e com um papel na mão. Fala em tom muito alto: «Custa muito deitar o papel no lixo!! Tinham que o deitar no chão!! F***-se!!!» E, como se não bastasse, grita para dentro do prédio: «Esta gente deste prédio é toda porca!!!! F***-se!!!!!»
Perante a curiosidade da Alice, eu, sem saber o que dizer sobre a existência de pessoas tão preocupadas com a higiene mas tão desconhecedoras de tantas normas básicas de educação e civilidade.

Rita

3 comentários:

Sónia disse...

Que figurinha!!!!!!!!!!!

LINDO!!!!

Sónia disse...

Alô!!

Vi logo quem era pelo nome da piolha!!!! LOL!!

Só começámos pelas fraldas de dia!! Mas como lhe dizemos tantas vezes que não se faz NADA nas cuecas, ela mesmo com fralda de noite não faz, ou quando faz, o que aconteceu esta noite, acorda em stress para mudar a fralda!!

Estou só à espera que o tempo melhore, por causa das inevitáveis lavagens de lençóis, para tirar a fralda à noite!!

Confesso que muitas vezes apetece-me dizer para ela ficar quieta na cama e fazer xixi na fralda! Mas acho que a Pulga ia ficar baralhada!!!

Joana disse...

M. no outro dia perguntou à minha irmã: porque é que há asneiras se não as podemos dizer? Bjs Joana