sábado, outubro 07, 2006

Actualizações em curso

Porque vos espreito quase diariamente.
Porque não queria que este espaço fosse exclusivamente um blog de pessoas que gostam muito de fazer umas coisas bonitas que gostam de mostrar.
Porque gosto dos "diários" disponíveis na net, que nos dizem algo sobre as suas autoras. Mas porque tenho o trauma da escrita (acho sempre que não me sei explicar por escrito e que escrevo mal), só hoje resolvi responder a um dos desafios que nos foi proposto, escrever seis coisas sobre mim. Aqui vão:
1º - Em pequena queria ser enfermeira. Depois deixei de querer e, com todas as dúvidas que podem surgir quando vemos que estamos na altura de decidir o nosso futuro, resolvi tentar. Sou enfermeira, já há uns anos. E, se fosse hoje, voltava a tentar...
2º - Sempre gostei de fazer desenhos muito pequeninos. Lembro-me de um dia fazer um desenho para um folheto de propaganda. Fiz um desenho tão pequenino que não foi preciso reduzi-lo para caber no folheto tamanho A5.
3º - Adoro papelarias e livrarias. Não sei, perco-me nelas...
4º - Em criança sonhei ter cabelo comprido e fazer uma trança. Acho que foi a Jo das "Mulherzinhas" que teve a culpa. Reparo nos belos cabelos compridos daquela gente que devia ter vergonha quando diz que antes queria ter cabelo liso, ou ter menos cabelo. Chego mesmo a comentar do tipo "Olha o cabelo dela, tão bonito." Mas hoje em dia digo, invariavelmente , logo de seguida: "Se fosse eu cortava-o". Ou seja, rendi-me aos cabelos curtos. Uma pessoa não pode passar a vida a sofrer, não é? Vingo-me no carnaval e ponho sempre aquelas cabeleiras farfalhudas, compridas, que tapam metade da cara.
5º - Adorava ter espaço. Espaço para montar o cavalete e não ter de desmontar. Espaço para não ter de andar a medir o pouco espaço que tenho.
6º - Um dia gostava de ser mãe...
Mas como já sou tia deixo-vos uma fotografia nossa. De uma tarde de passeio tia e sobrinhita.
Ana Cristina

6 comentários:

amigona disse...

Foi bom conhecer-te melhor! Beijo e bom domingo...

Oficinas Ranha disse...

Boa Mana... Só te esqueceste de dizer, em relação ao 4º ponto, que nós somos do tipo pouco-cabelo-e-o-que-se-tem-muito-fino-que-nem-dá-para-deixar-crescer... Daí a paranóia por um boooooom cabelo, seja liso, encaracolado, comprido, curto, ruivo, loiro, preto... Viesse ele!!!!
Beijos da Mana Quirda, Rita

macati disse...

Olá!
Eu também sou tia babada, embora não tenha irmãos os meus sobrinhos são os filhotes das minhas amiguitas!
bjnh, manela

rutinha disse...

Que bom conhecer-te um pouco melhor:) A foto de tia e sobrinha está linda! (é por essas e por outras que eu adorava ter uma mana!) e qto ao cabelo: ninguém está contente: eu gostava de ter menos volume e menos cabelo:) deixa lá, tens uns olhos lindos lindos. os da tua sobrinha nem vale a pena falar:)

a lice disse...

Que engraçado falares da Jo das "Mulherzinhas", pois era a figura mais marcante do livro para mim!:)

Beijinhos e continuação de um bom domingo!:)

(Linda foto!)

Ana prima disse...

As minmhas primas são lindas!!!!
Eu gostava de viver numa livraria ou biblioteca. Livros a cobrir as paredes da minha casa...Quase que o consegui na minha "casinha de bonecas", entenda-se a minha casa anterior, um t1 amoroso.
Beijos para as primas.