quinta-feira, fevereiro 16, 2012

O sobrinho no seu melhor

Fala tão bem que encanta, com os rr’s no início das palavras e os ss’s muito audíveis, mas com os ll’s em som de u. De repente sai-se com cada uma…
- Tia? Fizeste cocó hoje? Então podes comer dois chocolatinhos logo. Eu também fiz cocó. Posso comer dois chocolatinhos?
- Vamos correr? Quem chegar ao sofá primeiro é uma batata podre. Eu é que sou a batata podre (e é assim todo o dia, do tipo quem come primeiro a trincadela de torrada, ou quem bebe o café, ou quem dá um salto primeiro … ou quem vê primeiro as vacas…
- A Rita está a trabalhar. A Rita é a minha mãe Rita.
- Olha o futegol. O meu pai gosta do futegol.
Todos os dias faz pelo menos uma birra com choro e um episódio de amuo onde coloca a cabeça de lado. Esse amuo costuma ser acompanhado de lágrima no canto do olho mas às vezes é só a expressão facial, que parece ensaiada ao pormenor. Geralmente dura pouco mas nos piores dias tem episódios recorrentes que ficamos com a ideia que o rapaz está com um torcicolo…

É tão giro…


Ana Cristina

1 comentário:

Oficinas RANHA disse...

É o máximo, o meu rapazola...
E falta explicar a da batata podre, que é a epíteto de brincadeira cá de casa para o último a fazer uma coisa, mas a que o Vasco deve achar tanta piada que tornou no prémio do primeiro a consegui-lo...
E os amuos são mesmo assim, acompanhados pelo gesto com o braço e a palavra "nao". E os episódios de birra também, com a diferença que connosco devem ser em muito maior quantidade! Inevitável...
Beijos grandes e obrigada pelos posts que me encheram de saudades...
Rita