terça-feira, fevereiro 28, 2012

A minha profissão numa telenovela portuguesa

Tenho a certeza que os inspectores da PJ, ou os profissionais da dança me compreendem mas eu tenho como ódio de estimação ver a minha profissão mal retratada na televisão. Talvez os publicitários também me percebam, porque acho que na semana passada consegui ver na telenovela o lançamento de um novo produto de marca nacional, qui çá internacional, feito na casa da dona da empresa, com discurso improvisado por uma gerente que, no dia, estava com uns copinhos a mais.

imagem retidade da net


Nos dias que passei no Alentejo tive a oportunidade de ver a telenovela da SIC, e vi dois colegas enfermeiros. Uma, coitada, deve ter tido dificuldade em arranjar emprego, é agora dama de companhia e uma senhora com Alzheimer. Pelos vistos, essa enfermeira manipula a terapêutica da sua doente a seu belo prazer e por interesses pessoais. Entre passeios e lanchinhos com a sua cliente faz questão de baralhar a sua mente e manipular o seu estado clínico para lhe causar uma dependência ainda maior. Acho que está doidinha de amor não correspondido...
O outro, mais sério e trabalhador, ao que parece roubou material do hospital onde trabalha e, num sítio escondido, mantém a irmã em coma até que esta consiga levar a gravidez a termo, para depois, aparentemente, a poder deixar morrer de cancro. Suponho que este enfermeiro seja mesmo capaz de conciliar o trabalho por turnos com o cuidado contínuo a uma pessoa completamente dependente, em coma, ventilada e às portas da morte.
Depois disto só me resta afirmar que ver televisão nacional é, sem dúvida, uma boa lição sociológica (que me desculpem os sociólogos) acerca dos estereótipos das profissões… Muito mais haveria por dizer, mas de momento, fico-me por aqui.


Ana Cristina

3 comentários:

Rita disse...

Ou seja, os enfermeiros para os argumentistas da SIC são: manipuladores, gananciosos, interesseiros, desonestos... mas trabalhadores, com certeza... trabalham para o mal, mas trabalham...
Rita

Anónimo disse...

Então e o inspector da PJ? acho que tb há um não há?
confesso que gostava de saber qual é o papel dele .... deixei de ver telenovelas ;)
beijinhos
D

Oficinas RANHA disse...

Dê!!!
Já tinha saudades tuas e dos teus comentários neste blog. Em primeiro lugar, muitos beijinhos para ti. E sim, há um inspector da PJ, muito boa pessoa, que como tinha a mulher com cancro aceitou um suborno de uns criminosos para que a mulher pudesse entar num ensaio clínico... nos dias em que estava no alentejo esse senhor estava suspenso e andava a entrar em lutas de box clandestinas porque estava muito deprimido...
como podes imaginar tb estão muito bem retratados na telenovela.
Beijinhos e aparece, AC