quarta-feira, agosto 26, 2009

A minha Viana, que ficou para trás...


Hoje deixámos Viana e a família que temos por lá...
Foi das férias mais compridas que nos últimos anos tivemos na minha eterna terra do coração e mesmo assim ficaram muitas coisas por fazer com a filha, das que tinha planeado: subir novamente a Santa Luzia, visitar o Museu do Traje, ver o Gil Eanes, conhecer a Natacha, um dos talentos da net que mais gozo me dá ler e seguir neste mundo virtual...
De qualquer forma, mostrar as festas à Alice foi já, por si só, maravilhoso, tal como eu previa. E claro que se cumpriu o outro objectivo: dar a conhecer o Vasco a todos os tios e primos...
O que custou mesmo foi vir embora... deixo só um último vislumbre da cidade, mal tirada de Darque, o lado de lá do rio Lima...

Rita

4 comentários:

Rutinha disse...

outras férias virão!
e há coisas que podes sempre fazer num sábado ou num domingo! p exemplo ir ao museu do traje numa manha de domingo, não só é gratuito e como mto agradavel passear no parque que dps faz ligação com o museu do teatro!

Sónia disse...

Sabes que, apesar de lisboeta, tenho uma terra de coração! Bem perto de Viana, Caminha! Há imenso tempo que não vou lá! Mas quando ia, e regressava a LX, mesmo sem a familia por lá, ficava deprimida!
É o unico sitio onde eu vivia neste cantinho! Além dos arredores de lx, claro!

Na realidade sou Minhota de coração!

Oficinas RANHA disse...

Sónia, que fixe, somos então quase vizinhas de coração... mas sabes que Viana para nós é mais até do que isso, é a terra de onde vem toda a nossa família, a terra onde estavam todos à nossa espera nos Natais e férias de Verão...

Rute, o Museu do Traje a que me referia é mesmo o de Viana... sim, porque por cá ainda estamos de férias/licença... com o aumento da licença para o pai, este ano temos umas férias os dois de quase mês e meio!!!!

Beijocas a todas!
Rita

Sónia disse...

No meu caso só começou por volta dos 15 anos! Quando comecei a passar os verões inteirinhos em casa de uma amiga da minha Mãe! Mesmo perto de Terreiro, em Caminha!

Foram quase 15 anos de seguida!