sexta-feira, agosto 28, 2009

Emaranhado de pensamentos

A licença acabou. Estou oficialmente de férias.
Nem sei o que dizer. É tão mais tempo do que tinha a minha mãe quando nos teve... espero que seja muito menos do que a minha filha vá ter quando tiver os dela...
Ainda falta quase um mês para voltar à rotina do trabalho. Mas como é possível se ele parece que nasceu ontem... E ainda há pouco olhei e era tão pequenino e eu queria guardá-lo nos meus olhos e mente para sempre. Mas agora, de repente, ou como se fosse de repente, ele já decide que quer dormir de barriga para baixo e adora falar connosco e chamar por nós e come papas e sopas e frutra e desmancha-se a rir quando me deito sobre ele e lhe dou beijinhos por baixo das bochechas... e tem aquelas perninhas redondas que me deixam maluca... tão maluca como ficava e ainda fico pelas pernoquinhas fininhas da outra, da loira gira que anda sempre a saltar pela casa e a perguntar sobre tudo...
Ai, que desta vez vai custar... porque ainda por cima o pai também teve férias e agora está de licença... e andamos há que semanas a fazer vida de desocupados...
E até gosto muito do meu trabalho e acho que sou boa no que faço... mas não me apetecia aquela equipa com gente da treta para onde vou ter que voltar... e não posso fazer nada... e por isso só me apetecia ser rica e não ter que voltar... e aproveitar as perninhas dos meus filharocos até à exaustão...
Rita

2 comentários:

Sónia disse...

Senti o mesmo quando acabou a minha licença! Tb tirei férias a seguir!!

O tempo voa! Escorrega por entre dedos!

Eu tb quero muito ser rica!! LOL!!
Passava os dias a passarinhar com Lady Pulga!! O que nós gostamos de passarinhar!!!!!

Anónimo disse...

Eu bem tento o euro milhões!!!
Mas pior do que querer ser rica e não ser é ter os filhotes a dizerem que também querem ser ricos para darem muito dinheiro à mãe para poder ficar com eles de férias para sempre!!! é de partir o coração não é? ih ih ih!!!
D