sexta-feira, dezembro 07, 2007

Desabafo dos bons:

Todas as vezes que vou deitá-la (e que costuma ser mais cedo do que foi hoje, mais uma vez caímos na esparrela de pensar que nos irá deixar dormir um pouquito mais amanhã por se deitar mais tarde hoje... não há patranha pior do que esta de que nos convencemos, olhando para o nosso caso... COM ELES ISSO É INVERSAMENTE PROPORCIONAL AO QUE ACONTECE CONNOSCO, não se esqueçam) penso no bom que será dormir ali, naquela caminha pequenina, enroscadinha nos amigos (eu que dormi com amigos até ao dia em que saí da casa dos meus pais) de todas as noites, ainda para mais agora, com aqueles lençóis de flanela e o edredon das girafas que a avó fez... e a música, a música da caixinha pendurada na grade... ai, ai... seria bom às vezes ser pequenina e levarem-nos ao colo para a cama, e deitarem-nos com beijinhos... e ouvir dizer para dormir um sono grande que amanhã estamos todos juntos para brincarmos muito...
Rita

1 comentário:

Rutinha disse...

eheheh
uma confissão: tb tive um amigo desses até ao dia que comprei a minha casa e costumava levá-lo para os acampamentos da adolescencia e tudo! era um sortudo o meu ursinho ;)