terça-feira, abril 25, 2006

Viva a LIBERDADE

Logo de manhã o telefone tocou. Era uma colega da mãe a avisar. Não saímos prá escola como todos os dias, ficámos a ouvir as novidades.
O pai não conseguiu ficar em casa e foi pra Lisboa, apesar de não ser o indicado - "é que podia não dar em nada e se tornar muito perigoso"- lembro-me de ouvir.
Do Dia da Liberdade só me lembro da alegria. Dos dias seguintes lembro-me da alegria, da emoção, dos gritos, dos abraços, de toda a gente ser amiga, de ir a casa de uma senhora que estava à janela fazer chichi e beber água porque a senhora me ouviu queixar à minha mãe.
Essa alegria, essa liberdade não tornei a ver...
Ana Cristina

5 comentários:

a lice disse...

Viva!:))

Alma Minha disse...

Também não lembro muita coisa, mas o que lembro é mais ou menos parecido...
Bjs

a disse...

gostei deste desenho. é só pintado ou também tem bordado???
xxx

Oficinas Ranha disse...

Ana;
este desenho é bordado e pintado. Bordado a preto a pintado a vermelho.
Beijinhos da Ana Cristina

Oficinas Ranha disse...

Ana, esqueci-me de te dizer q podes ver melhor esta, e outras camisolas no flickr. Acedes através de uma das imagens que entra nas fotos das oficinas, lá encontras o grupo das camisolas. Beijinhos da Ana Cristina