quinta-feira, novembro 02, 2006

O tempo

Hoje reparámos, quando vínhamos a pé do trabalho para irmos buscar a Alice, que já é noite à hora de saída...
Desde que a hora mudou que é manhã quando acordamos mas noite quando voltamos para casa. É estranho este fenómeno... porque, na verdade, temos o mesmo número de horas até nos deitarmos, mas a ilusão de nos terem cortado uma fatia do dia... Em compensação, custa menos acordar com a frincha de luz a entrar pela casa...
O pior mesmo é a chuva, esta irritante chuva que nos faz ter de pensar numa roupa que depois não combina com a temperatura. Porque é que não chega o frio de uma vez...? Eu sempre saberia o que me vestir e à Alice e acabariam de uma vez os atrasos de manhã para ver o tempo no teleponto e decidir só aí, em cima da hora.
Tenho no corpo a saudade da areia da praia e das camisolas de alsas e na cabeça o apetite das golas altas e dos casacos quentinhos... vontade do que se sabe ser uma inevitabilidade...
Rita

3 comentários:

Alma Minha disse...

Amiga:
Só agora está a começar...
Já com saudades do verão?

Mas estas dúvidas com a roupa, eu estou igual...

Bom fim de semana
Bjs

Gabi disse...

Aqui é primavera, e tal como tu gosto do sol. Mas tenho vontade de perceber estações do ano definidas, como a que tens ai.

a lice disse...

Beijinhos de boa semana para as duas!;-)